Se você ainda tem dúvida sobre a importância dos processos para uma empresa e  como os processos podem ajudar no crescimento de uma empresa, em especial em uma marcenaria com um processo tradicional de produção, leia com atenção este post.

Existem diversas definições para processos:

“uma série sistemática de ações dirigidas à realização uma meta(Juran)

a ordenação das atividades de trabalho no tempo e espaço, com um começo e fim claramente identificado(Davenport)

 uma organização de pessoas, instalações, procedimentos, informações, bens facilitadores em atividades de trabalho logicamente inter-relacionados para atingir os objetivo do negócio “

Desta forma quando uma empresa não possui uma definição formal, clara e instituída de processos, terá inevitavelmente perdas acarretadas por essa desorganização.

Se qualquer um dos sinais abaixo é visível na sua empresa de forma recorrente, você precisa agir rapidamente:

Primeiro Sinal: Você escuta muitas desculpas 

Sob o ponto de vista evolutivo, nada pode ser mais desanimador do que escutar desculpas sobre os resultados indesejados. Principalmente quando se tem o sentimento que o problema é recorrente e que certamente voltará a acontecer.

E ainda as desculpas normalmente não são apresentadas sozinhas, são acrescentadas de algumas faltas apontadas à empresa, uma defesa de um lado da história e por fim uma transferência de culpa para os outros. Enfim, perda de tempo, custo para a empresa e resultado diferente do desejado.

Desculpas são evidências de desorganização, de desalinhamento de processos. Os problemas podem e devem ser evitados. Os problemas são consequências, resultados indesejados de um processo.

Quando receber uma desculpa sobre um efeito indesejado, faça o seguinte: Pergunte qual foi a causa, o que originou o problema. O que ocorreu de forma diferente dentro do processo planejado. Então verá o quanto é importante ter processos bem instituídos em todos os setores.

Segundo Sinal: Quando as vendas aumentam, aumentam também os problemas na produção

Na Gabster, nos deparamos todos os dias com histórias de empresários assoberbados de tarefas, preocupados ao mesmo tempo com as vendas e com a produção. O envolvimento do empresário não se dá no nível da gestão e sim no controle operacional para  verificar se todas as atividades estão sendo seguidas.

Não é difícil encontrarmos empresários executando atividades no chão de fábrica a fim de evitar atrasos. Apagando incêndios.

Nas marcenarias que ainda utilizam a forma tradicional de produção, sem processos formalizados, a capacidade de produção fica limitada ao número de marceneiros ou bancadas disponíveis para a produção. Sem processos o dono da marcenaria acaba sendo o elo entre os marceneiros.

Terceiro Sinal: Cada pessoa tem uma forma diferente de fazer as coisas na empresa

Quando não existe um plano maior, um macroprocesso definido e sub-processos instituídos, é normal e até compreensível existirem muitos grupos de trabalhado exercendo suas atividades de maneira isolada dentro da empresa. Os funcionários não percebem que as atividades, dentro de uma empesa, são interdependentes, pois fazem parte do sistema organizacional.

Sem processo, as pessoas se preocuparem somente com as suas funções. Os funcionários envolvem-se somente com as suas entregas, buscam as suas metas individuais, sem se preocupar ou sem entender como as suas atividades afetam toda a organização.

Neste post descrevi sobre três sinais que indicam a necessidade da implantação urgente de processos, mas existem muitos outros, veja:

  1. Você acha que todo projeto precisa ser produzido de forma diferente na produção
  2. Você não consegue se desligar da fábrica para buscar mais vendas
  3. São necessárias diversas conferências nos móveis ao final da produção
  4. É difícil delegar tarefas para os seus subordinados
  5. Você precisa alocar pessoas que são responsáveis por um projeto do início ao fim da produção
  6. Você não tem previsibilidade sobre o que vai acontecer nos diversos setores da empresa
  7. Você não sabe precisamente o prazo de entrega para o mobiliário
  8. Você não consegue traçar planos de crescimento que se sustentem
  9. As metas não são atingidas e é difícil encontrar o motivo
  10. A equipe de produção fica ociosa em alguns momentos e em outros com muito trabalho
  11. Você acha que a marcenaria deveria estar rendendo mais
  12. Você tem dificuldade de traçar custos e despesas na produção
  13. Chegam à produção, Informações incompletas ou incorretas sobre os projetos

Uma outra forma para você identificar as causas que geram problemas na sua produção pode ser vistas neste post onde apresentamos as 15 causas que podem gerar problemas em uma marcenaria.

Uma marcenaria de sucesso não é aquela que possui somente as melhores máquinas, melhores softwares e os marceneiros mais especializados. Só isso não basta. Uma marcenaria precisa ser organizada, ter pessoas, instalações, tecnologia e bens, trabalhando logicamente de forma integrada.

Para obter a organização ideal é preciso investir em processos. Enquanto os processos na marcenaria não estiverem ajustados, não haverá crescimento. Máquinas e softwares são ferramentas que auxiliam em muito na evolução da empresa. Contudo geram riqueza somente como são aplicados estrategicamente para agilizar atividades de um processo.

Para iniciar baixe o nosso e-book abaixo com os principais processos de uma marcenaria

Ebook: Processos para Marcenaria Competitiva