Em um plano de desenvolvimento para a marcenaria, a aferição cuidadosa do trato na comunicação interna é uma ferramenta fundamental para estimular e aprimorar o diálogo entre os funcionários. A conversa útil, na forma e no conteúdo, oportuniza integração, sinergia e aprendizado coletivo. O hábito gradativo do diálogo, nascido durante reuniões rápidas e objetivas, aumenta a confiança e o respeito entre as pessoas, melhorando o desempenho e o senso de equipe. Quando as pessoas são estimuladas, pela liderança, a pensarem reflexivamente sobre a importância do papel delas na marcenaria e a interdependência destes papéis, o comportamento para o resultado se conscientiza com naturalidade.

Vamos pensar primeiro na importante influência do seu humor na comunicação interna da marcenaria, pois alterações de humor somente causam mais ruídos na comunicação. E quando há problemas é preciso saber dominar o mau humor. Peter Senge, um reconhecido estudioso da eficiência organizacional, denominou isso de domínio pessoal do líder.

O cuidado na forma de como dizer o que precisa ser comunicado, evita um descuido no trato, responsável por um percentual significativo de erros de desempenho, seguem algumas dicas:

  • Antes de iniciar a conversa, certifique-se de que o conteúdo do que você precisa dizer está realmente completo;
  • Durante a conversa, tenha certeza de que o ouvinte está prestando atenção e se realmente sabe do que você está falando.
  • Faça prevalecer a percepção na solução do problema e não a busca de um culpado.
  • Intensifique que o resultado é responsabilidade de todos.
  • Considere que algumas pessoas evitam dizer que não entenderam, para não serem julgadas ou expostas perante outras.

O simples hábito de pedir para o funcionário resumir o que foi dito, permite saber se há alguma dúvida ou insuficiente compreensão. Isso acontece porque as pessoas podem estar pensando em outras coisas, enquanto estão ouvindo ou o que foi dito não fez sentido e precisa ser devidamente esclarecido.

Assim, podemos resumir que há basicamente um conteúdo e uma forma no ato de comunicar algo a alguém.  O humor daquele que comunica define a forma com a qual o conteúdo é comunicado.

A forma estabelece o trato, e o trato um efeito subjetivo no comportamento de cada pessoa, porque o trato aciona o emocional nas pessoas, interferindo no desempenho, principalmente quando se está resolvendo problemas.

No próximo post, abordaremos sobre o conceito de competência e o alinhamento de expectativas, visando dar continuidade a um plano de desenvolvimento na marcenaria, sem custo.

Ebook: A sua marcenaria tem futuro