Equipe da sua marcenaria protegida em tempos de pandemia

Dicas para sua marcenaria manter uma produção ativa com segurança e saúde

#ÉhoradeAgir

Desde meados de março, estamos aprendendo a lidar com a chegada da Covid-19 no Brasil. Quando tudo começou, uma medida provisória permitiu algumas ações emergenciais que ajudaram os empresários a entender o que, de fato, poderia ser um plano estratégico para o momento e para a sua marcenaria. Além disso, o mercado ganhou fôlego para pensar a longo prazo e pensar no que faria durante o isolamento social.

Desde então, durante o período de calamidade pública, são permitidas medidas como:

• Teletrabalho;
• Antecipação de férias individuais;
• Concessão de férias coletivas;
• Aproveitamento e antecipação de feriados;
• Banco de horas;

Aqui na Gabster, pela natureza das nossas operações, optamos pelo teletrabalho. Mas sabemos que a indústria não tem como se adaptar a essa realidade. Quem produz, normalmente, precisa de um espaço para uma linha de produção e montagem.
E como foi na sua marcenaria? Você utilizou algum dos itens sugeridos pela medida provisória? E como anda sua produção atualmente?

Se você está com as máquinas em funcionamento, está atento aos protocolos e cuidados que deve tomar frente à pandemia? Estes cuidados vieram para ficar. Muitos estudos dizem que vamos mudar nossa forma de contato por muito tempo, talvez até mudemos para sempre depois da passagem de uma doença com uma taxa de contágio tão alta como esta.

Buscamos em fontes confiáveis, como as diretrizes elaboradas pelo Serviço Social da Indústria, algumas recomendações que podem ajudar na adaptação das novas rotinas de higiene que devem orientar as empresas para que esta fase seja tranquila e segura.

Organizar a marcenaria vai ser mais imprescindível do que nunca. Você deve estabelecer medidas gerais de prevenção no ambiente de trabalho. É importante comunicar que as medidas são destinadas a todos os trabalhadores, em todos os setores.
Listamos abaixo algumas destas dicas:

• Comunique enfaticamente medidas de prevenção de infecção pela Covid-19:

– Lave as mãos com água e sabão, por pelo menos 20 segundos, ou use álcool em gel com frequência
– Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir
– Evite aglomerações
– Mantenha ambientes bem ventilados.
– Não compartilhe objetos pessoais.

• Prepare o ambiente para estimular a higiene frequente das mãos dos trabalhadores, clientes e visitantes, prioritariamente mediante lavagem com água e sabão;
• Desestimule o uso de adornos (anéis, relógios, pulseiras) nas mãos e braços dentro e fora do trabalho.
• Desestimule o compartilhamento de objetos que são tocados por mão e boca: celular, computador, copo, bebedouro, etc

• Estimule a higienização frequente de objetos que precisam ser compartilhados no
trabalho como ferramentas e equipamentos;

• Reforce a limpeza de locais que ficam mais expostos ao toque das mãos, tipo
maçanetas de portas, braços de cadeiras, telefones e bancadas. Lembrando que o vírus
pode permanecer dias nas superfícies dos objetos.

• Estimule medidas de etiqueta respiratória cobrir tosses e espirros com o antebraço e tocar maçanetas ou empurrar portas com os cotovelos

• Defina se é possível estabelecer políticas e práticas de flexibilização do local e do horário
de trabalho, por exemplo:

– Flexibilização de turnos (reduzir uso de transporte coletivo nos horários de pico).
– Criação de novos turnos (reduzir contato social na empresa).
– Home office em dias alternados por equipes (o administrativo pode aderir, por exemplo).
– Home office integral por período determinado.

• Defina se é possível estabelecer políticas e práticas no trabalho com menor aproximação
e contato humano, por exemplo:

– Estímulo de reuniões virtuais mesmo no ambiente da empresa.
– Restrição de acesso ao público externo.

• Aumente o rigor na higienização do local de trabalho, com desinfecção de superfícies de
equipamentos e mobiliário.

• Defina se é possível para sua empresa fornecer serviço de vacinação contra gripe, para
reduzir casos de adoecimentos com mesmos sintomas da Covid-19.

Talvez algumas destas ações você já tenha implementado na sua marcenaria. Mas é sempre bom revisar protocolos para verificar se há algum insight que deixamos passar. Essas medidas são importantes para reforçar o bem de toda a equipe e do coletivo. E a empresa pode exercer um papel de disseminador de boas práticas, para que os colaboradores levem o que aprenderam no trabalho para toda a família.

Você sabia?

No início do mês de maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu que o coronavírus pode ser considerado uma doença ocupacional. Com essa diretriz, os colaboradores que forem contaminados podem responsabilizar as empresas e terem direito à benefícios como auxílio-doença, sendo amparados pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).
Por isso, sua empresa acaba sendo um ponto de comunicação importante no compartilhamento de informações confiáveis sobre a transmissão do Coronvírus. Se sua marcenaria cumprir esse papel, você vai gerar um impacto muito maior na comunidade ao seu redor.
Alguns empresários podem desaprovar esta decisão. Mas, se todas as partes envolvidas pactuarem que os cuidados serão tomados, temos a garantia de que chefes e funcionários se comprometerão em adotar todos os cuidados de prevenção contra o Covid-19 também fora do expediente.