Veja os principais pontos de como conquistar mais qualidade e organização na sua marcenaria:

A aplicação do 5S, trás melhorias significativas para a marcenaria. Este conceito é mundialmente conhecido e praticado por inúmeras empresas líderes em seus mercados. Veja também como otimizar o seu espaço através do nosso artigo ocupar um espaço precioso dentro da sua produção.

”Muito mais do que incentivar o descarte, a limpeza e a ordem,

o 5S trabalha o comportamento das pessoas.”

Como todas as ferramentas da qualidade, de nada adianta dar início ao trabalho sem ter um plano para manter os conceitos sempre presentes.

Um resumo do 5S.

1.Seiri (classificar): nesta primeira etapa, olhe atentamente para o seu espaço de trabalho. Avalie tudo o que é relevante para a execução da atividade; descarte o que for supérfluo.

 

3.Seisô (limpar): depois de organizadas, as coisas precisam ser limpas. Este talvez seja o S mais fácil de se implantar, já que a maioria de nós, brasileiros, pode não ser lá tão organizada; mas o nosso gosto pela limpeza — tanto corporal quanto das áreas que ocupamos – é mundialmente reconhecido.

 

5. Shitsuke (manter): já implantou todos os “ésses” anteriores? Muito bem, agora é manter! Shitsuke é a etapa dos 5S em que os quatro precedentes se tornam uma disciplina, uma cultura da organização. Neste momento, seus colaboradores já deverão praticar os 4S iniciais automaticamente.

2.Seiton (organizar): já descartou tudo o que atrapalhava a execução das atividades? Então agora é hora de colocar a mão na massa – e organizar. Arrumar a bagunça, devolver objetos a seus devidos lugares e deixar tudo na mais perfeita ordem, de preferência.

 

4.Seiketsu (padronizar): uma vez que você já instituiu os três S anteriores, é hora de levar a coisa a um novo patamar: padronizar o que foi feito. É costume ouvirmos empreendedores dizendo que adotaram a ferramenta de forma esporádica, normalmente uma vez no ano – quase sempre no início ou no final. Esta quarta etapa visa combater a prática: Seiketsu significa adotar os 3S iniciais como práticas rotineiras da empresa.

Em outras palavras, você precisa definir os padrões e os procedimentos para que os primeiros 3S sejam incorporados às práticas diárias da sua empresa.

Dica Bônus: para estimular a implantação destas práticas, você pode criar uma newsletter, ou mesmo um “jornal-mural” com as decisões tomadas em reunião, e o progresso dos trabalhos. Assim, todos terão consciência de seus papeis nos processos do 5S.

É nesse contexto que a figura do líder é determinante para o sucesso na busca de mais organização e qualidade. Um líder que planeja a médio e longo prazos, sabendo que a sua equipe ainda não possui o conhecimento necessário para entender os preceitos do 5S, deve agir estrategicamente. Por isso, a ordem de trabalho é a seguinte:

1. Influenciar a mudança do comportamento coletivo através de decisões tomadas na alta gerência. Significa mudança em layout, organização das instalações e limpeza.

2. Criar mecanismos para manter a ordem através de procedimentos, regras e políticas até que o comportamento individual seja influenciado.

O 5S é um processo de educação e traz benefícios concretos, principalmente se utilizado com outras ferramentas gerenciais.

Sendo assim, aplique o conceito 5S e note ao longo do tempo os resultados.

Com certeza sua empresa ganhará em disciplina e produtividade

Veja o artigo completo desenvolvido em conjunto com a Gabster em: Portal Sebrae – Segmento moveleiro.

A Gabster no Scale-up Endeavor DURATEX

Com o objetivo de acelerar soluções que buscam transformar o setor de construção e decoração no Brasil, a Duratex e a Endeavor selecionaram a Gabster e mais seis empresas para o programa de Scale-Up: Garagem Duratex. Empresa com mais de 67 anos de história e...