Nos conteúdos anteriores, apresentamos aqui no blog os principais tipos de perda dentro de uma fábrica, e como isso pode impactar de forma negativa o lucro de qualquer negócio, independentemente do seu tamanho.  

Muitos empresários acreditam que o investimento pesado em máquinas, ou e até mesmo a contratação de consultorias milagrosas, podem resolver o problema das perdas no setor produtivo. Saiba que não existe milagre. Para se ter o controle das perdas da sua fábrica, é preciso saber identificar as perdas e agir pontualmente em cada uma delas.

No conteúdo de hoje, vamos te mostrar de forma prática como fazer essa identificação através de uma planilha excel. 

Antes da prática, vamos retomar brevemente o conceito de perda, que é tudo aquilo que está nos processos e produtos e não agrega valor aos olhos do cliente. Ou seja, como já vimos em conteúdos anteriores, o tempo de valor agregado dentro da sua produção deve ser de no mínimo 70%. Tempo de valor agregado é o tempo em que de fato a sua produção está produzindo.

A manipulação da planilha de identificação de perdas é muito simples e pode ser customizada de acordo com cada setor da sua empresa. O importante é fazer a medição periódica, a fim de identificar oportunidades de melhoria na sua produção, eliminando gradualmente todas as suas perdas.

Vamos para prática? Assista ao vídeo abaixo e saiba como utilizar a Planilha de Identificação de Perdas.

Agora que você já sabe mais sobre perdas e o quanto a não identificação delas pode impactar no lucro do seu negócio, baixe aqui embaixo a PLANILHA DEFINITIVA para identificação de perdas e comece a utilizá-la hoje mesmo!

MAIS CONTEÚDO PARA VOCÊ