O mercado de produção e venda de móveis está em transformação. Em 20 anos este mercado cresceu muito, no modelo de venda de móveis modulados, fabricados em grande escala. Com a crise e o fechamento de muitas lojas franquiadas, surgem novas transformações e cresce o mercado de pequenas marcenarias. Este modelo mais enxuto proporciona produtos mais baratos, mais personalização e de qualidade. Com isso, surge também, um novo modelo de venda de móveis planejados, através de plataformas digitais e-commerce.

Esta  realidade do mercado talvez fosse impensável a alguns anos atrás. Com esta descrição de cenário, levando em conta o levantamento econômico e financeiro da empresa, a descrição da cadeia de valor e a análise de mercado, está na hora de realizar a escolha dentre as alternativas estratégicas. São dois caminhos que podem ser seguidos: o de manter o modelo atual, buscando maior rentabilidade ou buscar um novo modelo, explorando novos produtos, mercados ou novos modelos de rentabilização. ferramenta estrategica de marcenaria

Para manter o modelo atual: Uma primeira hipótese pode ser um cenário onde mantem-se do modelo atual. Baseia-se na continuidade do negócio vigente, reduzindo despesas, melhorando a gestão financeira, otimizando processos, eliminando do negócio produtos de baixa rentabilidade e buscando a melhoria através de resultados.

Buscar um novo modelo: Uma segunda hipótese pode ser a de buscar um novo modelo de negócio e isso significa mudar de segmento e explorar novos mercados que venham a mudar o modo de operação. Possibilidades como expandir para outros segmentos, outras regiões, diversificar o portfólio de produtos, consolidar o mercado por meio de fusões ou aquisições ou até mesmo mudar a forma de atender o cliente.

Como exemplo, em termos práticos, vamos considerar que o proprietário da marcenaria decida manter o modelo atual em continuidade do negócio, buscando melhores resultados. Com esta estratégia aplica-se o modelo SWOT para analisar os pontos fortes e fracos, as oportunidades e ameaças considerando a hipótese escolhida.

Para o exemplo, vamos realizar uma análise hipotética de uma pequena marcenaria que produz móveis sob medida com alto valor agregado. ferramenta de marcenaria

Pontos fortes: a alta qualidade do mobiliário, marca reconhecida no mercado, carteira de clientes construída em seus 30 anos de operação.

Pontos fracos: preço alto, alto turnover (troca de pessoal); prazo de entrega elevado e dependência de mão de obra especializada.

Oportunidades: crescimento pela demanda de móveis sob medida, novos empreendimentos em cidades próximas.

Tendências: aumento de vendas pela internet, procura por mobiliário casual, prestadores de serviço vendendo móveis (montadores de peças); Redes do varejo ofertando móveis sob medida.

Tirando o planejamento do papel

Agora é momento de detalhar as ações olhando a matriz SWOT (Pontos Fortes, Pontos Fracos, Oportunidades e Ameaças) para eliminar os pontos fracos, alavancar os pontos fortes, aproveitar as oportunidades para captura-las e tentarmos reduzir as ameaças ou riscos. E para isso, é necessário criar planos de ação para implementar as melhorias para minimizar os pontos fracos:

PONTOS FRACOS

Preço alto perante o mercado: Plano de ação para garantir a redução dos custos através da otimização do uso da matéria-prima, redução da perda de chapas; otimização de processos e implantar um processo de orçamentação informatizado.

Alto turnover (troca de pessoal): Programa de formação de funcionários, com adequação de perfil, ficha de cargos, alinhamento de expectativas, processo de recrutamento/seleção e feedback periódicos.

Prazo de entrega elevado: Criar um plano para definir um método construtivo como padrão de projeto, estabelecer processo otimizado de comunicação entre área de venda e fabricação, minimizar a revisão de projetos na indústria com otimização dos processos de projeto e produção para facilitar a comunicação entre os setores.

Dependência de mão de obra especializada: Criar um plano para setorizar a produção criando áreas de corte, laminação, furação, qualidade e expedição, e com isso, especializar as pessoas nestas funções. Criar um programa de incentivo para que os marceneiros com mais experiência desenvolvam trabalhos mais especializados junto ao desenvolvimento de peças especiais e em montagens na obra.

Com os planos de ação definidos é importante alocar um responsável, definir um prazo para a execução e a forma de monitoramento, de controle. Periodicamente, todos os responsáveis pelos planos de ação deverão participar de reuniões para alinhar possíveis ajustes necessários e quais ações deverão ser revistas ou incluídas.

Com um formato de monitoramento, através de reuniões mensais, a execução do planejamento é acompanhada e verifica-se como os planos de ação estão sendo executados. Nesta etapa, a empresa inicia uma grande transformação.

A cada nova reunião, a empresa, através de seus funcionários mais engajados, aprende com a experiência da execução dos planos. O principal combustível neste momento é a disciplina, pois a grande maioria dos planejamentos não seguem adiante. Os planos ficam no papel e as pessoas continuam o trabalho da forma antiga.

Os empreendedores e empresários mais atualizados desenvolvem a capacidade de mudar, dia a dia. As pessoas normalmente ficam prezas a sua zona de conforto. Existe uma coisa que precisam entender, que é através da entrega de melhores resultados no dia a dia, que as melhorias e os melhores talentos aparecem.